A resposta para essa pergunta é não. Realmente não é preciso ter conhecimentos profundos em programação, muito menos ser um expert em tecnologia para se ter uma loja virtual. Atualmente, as plataformas de e-commerce estão cada vez mais intuitivas e de fácil utilização, permitindo que os produtos sejam expostos e vendidos sem grandes dificuldades.

Então, se não se precisa de conhecimentos profundos em tecnologia, o que é necessário saber para montar e vender em uma loja virtual? Em linhas gerais será preciso entender as plataformas, as extensões e principalmente as ferramentas de gestão, o que faz diferença entre o sucesso e fracasso do e-commerce. E tudo isso você conhece neste post. Saiba mais!

O que preciso saber para ter minha loja virtual?

Já que não é preciso ter grandes conhecimentos técnicos quais os fatores importantes para se ter um e-commerce. Veja abaixo:

1. Elaborar um bom planejamento

Isso quer dizer que será preciso colocar no papel tudo aquilo que for pertinente à gestão do e-commerce. Objetivos, ações que serão realizadas durante o processo de compra, orçamento, produtos, precificação e margem de lucro são alguns dos pontos que devem ser observados.

Existem modelos de plano de negócio como o Business Model Canvas em que o empreendedor descreve o que é necessário para dar segmento ao negócio. Com uma ideia mais realista é possível desenvolver ações mais eficazes.

2. Conhecer o nicho de atuação

Ao criar um negócio online é indispensável focar em um nicho de mercado, uma vez que ele irá ditar o foco para entender e atender seu público corretamente. Quando você conhece seu nicho a fundo você poderá oferecer produtos que atendam as suas necessidades e desejos. O que torna mais fácil a criação de um relacionamento sólido.

3. Preocupar-se com a logística

Começa pela gestão do estoque e continua com o feedback do pós-venda. A preocupação com a logística é fundamental, pois se a encomenda não chega no prazo e intacta ao seu destino o cliente vai gerar uma insatisfação.

O que significa que todos os processos precisam ser bem definidos, organizados e conduzidos. A separação dos produtos deve ser feita assim que o pedido for realizado; a embalagem deve ser adequada; o envio deve ser rápido e o andamento da encomenda informado ao consumidor.

4. Aperfeiçoar a estratégia de marketing

O marketing fará com que seu negócio se destaque em meio aos demais. Atualmente há ferramentas e canais em que é possível divulgar o negócio tanto de forma direta como de forma indireta (SEO). Também há formas de mensurar e medir os resultados, o que permite saber o que está dando certo e o que precisa ser aperfeiçoado.

Entre os pontos que podem ser focados estão:

  • SEO – criação de conteúdo para um bom rankeamento nos sites de busca;
  • Links Patrocinados;
  • Estratégias de redes sociais;
  • E-mail marketing;
  • Newsletter.

São ações que possibilitam encantar o cliente e promover o relacionamento apropriado com ele. Daí a necessidade de criar abordagens atrativas e experiências novas para que o público possa se identificar.

O que a plataforma deve oferecer?

Ao optar por uma plataforma, quem não tem experiência tem todo o respaldo para vender pela internet. Uma plataforma completa oferece ferramentas básicas para a gestão, possui ferramentas que permitem a integração com outras, além de extensões para dar suporte e oferecer maior proteção ao negócio.

Em linhas gerais ela deve oferecer os seguintes recursos:

  • Estrutura e recursos para a implementação de campanhas SEO;
  • Integração a ferramentas como o Google Analytics e Google Adwords;
  • Oferecer mais de uma forma de pagamento ou possibilidade de integrar intermediadores de pagamento;
  • Recursos de segurança como certificado SSL, firewall, blindagem entre outros;
  • Integração com as mídias sociais;
  • Relatórios gerenciais;
  • Sistema responsivo para visualização em dispositivos móveis;
  • Recursos para implementação de técnicas de marketing digital.

É importante dar preferência a plataformas de loja virtual que os gestores têm facilidade de utilizar, principalmente se não for um expert em tecnologia. O ideal é fazer uma sondagem relacionada ao desempenho da plataforma com clientes atuais da empresa.

Gostou do que leu? Então compartilhe nas redes sociais. Assim todo mundo fica sabendo que você está por dentro das novidades do mercado digital.